Anos 30

Apesar da crise financeira devido a quebra da bolsa de valores de Nova Iorque em 1929, a década de 30 marcou um período de sofisticação. Mesmo com o mundo em crise a elegância esteve presente.


O cinema foi o grande referencial de disseminação dos novos comportamentos de moda desta época. As grandes estrelas de Hollywood, como Greta Garbo influenciaram milhares de pessoas.

Greta Garbo
A moda dos anos 30 deixou para trás todo o ideal andrógino dos anos 20. Esta década redescobriu os contornos do corpo da mulher através de uma elegância refinada. Assim como o corpo feminino voltou a ser valorizado, o busto novamente é valorizado. A mulher então recorreu ao sutiã e a um tipo de cinta ou espartilho flexível. As formas eram marcadas, porém naturais. O cabelo cresceu um pouco em relação à década anterior, tornando-se médios e geralmente com ondulações.



Na Alta Costura as mulheres foram mais reconhecidas do que os homens. Chanel continuava com grande destaque; Madeleine Vionnet surge com sua moulage; Alix Grés abusava dos drapeados; Jeanne Lanvin, com seus bordados de difícil execução e os harmoniosos motivos florais; e Nina Ricci impôs-se com um estilo clássico e sofisticado.

Vestido de Alix Grès, a senhora dos drapeados 
Alix Grès tentou ser escultora, mas não deu certo e acabou entrando para o ramo da moda nos anos 30. Essa grande estilista realmente consegue fazer verdadeiras esculturas nos tecidos com os seus drapeados que seguiam e valorizavam o corpo feminino, se inspirando na vestimenta grega da antiguidade.


Criação de Alix Grès
Elsa Shiaparelli foi outra grande estilista que chegou a ser colocada como rival de Coco Chanel. Elsa foi inspirada por Salvador Dalí em vários modelos, como o tailleur escrivaninha, que possui quatro bolsos em forma de gavetas, o vestido esqueleto, o chapéu sapato e o vestido lagosta.
Tailleur escrivaninha
Chapéu sapato
Vestido esqueleto
Vestido lagosta
O seu estilo moderno e excêntrico a fez criar um tom de rosa eletrizante, o qual ela chamou de "shocking", o famoso rosa-choque como conhecemos hoje. Em 1938, Schiaparelli lançou um perfume com o mesmo nome.


Perfume Shocking
 Ainda hoje a influência de Schiaparelli  é muito forte. Vários estilistas se inspiraram nela e em suas criações. Podemos perceber essa referência na coleção outono inverno 2009 da marca Dolce&Gabbana , dá pra perceber a influência da cor e do surrealismo nas luvas no pescoço.



Para os homens quase não há mudanças. A formalidade manteve-se e as pequenas variações consistiam em largura de calças, dos paletós e dos colarinhos. Como complemento surge o chapéu palheta.


Estilistas de destaque 1930 a 1939:
Elsa Schiaparelli, Nina Ricci, Alix Grès, Maggy Rouff, Marcel Rochas, Mainbocher, Augusta Bernard e Louise Boulanger


#fica a dica
A novela global "Desejo Proibido" que se passa na década de 30, traz em seu figurino uma adaptação do estilo dos anos 30 para os dias atuais.



Peças usadas pela atriz Fernanda Vasconcellos, dão uma repaginada na moda dos anos 30


Postagens mais visitadas deste blog

Estilistas Italianos

Anos 90